▰ Motion / Salto no Vazio

Saut dans le vide é o nome de uma obra de fotomontagem do Yves Klein. Vladimir Safatle descreveu de forma irretocável no livro O Circuito dos Afetos que saltar no vazio talvez seja atualmente o único gesto realmente necessário, lembrando que o vazio nunca foi nem será inerte, e que da mesma forma que o silêncio é uma abstração conceitual inefetiva, o vazio é apenas o lugar onde não encontramos nada. Entretanto, um nada determinado, pois a questão talvez não seja onde está o que não encontramos, mas se não devemos parar de procurar o que nunca se entregará a quem se deixa afetar apenas de forma paralítica.
Para Klein, saltar no vazio era uma maneira de se colocar no limiar de um tempo bloqueado pela repetição compulsiva de uma sensibilidade atrofiada que atingiu nossa linguagem a ponto de ela nos impedir de imaginar figuras alternativas.

〰️〰️〰️
Saltar no vazio
Deixar os corpos se quebrarem
Se decompor
Ser despossuídos
Para que novos circuitos de afetos apareçam

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s